A minha última carta

14:07


Eu sei que muito tempo se passou desde a minha última carta. Deves ter ficado surpreso por encontrar este papel lotado de palavras num envelope assinado por mim. Devo confessar que também fiquei surpresa quando encontrei a saudade de ti a rondar-me mais uma vez. Não podes abandonar-me assim. Não podes comercializar o nosso amor. Não é justo. Olhar para aquele lugar só nosso fazia-me ter fé de que um dia, voltarias. Não estou indignada por te desfazeres das nossas lembranças como estou por arrancares de mim o pouco de esperança que tinha em ver-te e tocar-te novamente. não roubes a pouca alegria que há em mim, por favor. Por favor não te desfaças de mim. Não me deixes. Por favor. Sinto muito a tua falta. Por favor, não vás. Não me abandones outra vez.

You Might Also Like

26 comments

Popular Posts

About Me

Like us on Facebook

Flickr Images

Instagram